1 2 3

E o vídeo saiu pela culatra…

E o vídeo saiu pela culatra…

Todas as empresas precisam se comunicar, não importa seu tamanho. E quando falamos de comunicação, a produção de vídeos está no topo das prioridades. Mas ainda é comum escutarmos muitos profissionais dizendo: “é muito caro produzir vídeos de qualidade”… “nossa empresa não pode fazer este investimento”… De acordo com pesquisas recentes, os vídeos:

  • Representam quase 80% do tráfego da internet (Cisco Systems 2017),
  • Geram 66% mais leads qualificados (OptinMonster 2018)
  • Aumentam em 157% o tráfego gerado pelos resultados dos mecanismos de buscas (wordstream 2018)

Neste cenário, não produzir ou produzir vídeos de má qualidade, é que pode custar caro e te deixar para trás na corrida para ocupar o espaço na mente do seu cliente.

O fato é que, se você faz um vídeo sem estratégia, sem ter um objetivo claro e principalmente, não tem um público alvo definido…, de fato você estará perdendo seu tempo e jogando dinheiro fora. Encarar a produção de vídeos como investimento que te trará resultados reais, é o primeiro passo para assumir o controle da sua comunicação e alcançar as metas da sua empresa.

Mas antes de sair gravando tudo e de qualquer jeito, precisa saber para onde correr e ter em mente 3 principais tópicos:

OS OBJETIVOS DO PROJETO

Os objetivos podem ser os mais diversos: aumento das vendas, apresentação de produtos ou serviços, aumentar o valor percebido da sua empresa no mercado, aumentar o engajamento nas redes sociais, treinamento e desenvolvimento, integração de novos colaboradores, melhorar a comunicação interna ou com stakeholders, aumentar o número clientes ou de inscritos em um canal… enfim, tenha esse objetivo claro e saiba que para cada objetivo, existe um formato e um recurso de vídeo que melhor se enquadra para que você atinja o resultado que espera. Não é por que o boomerang do instragram está bombando, que usar isso no seu vídeo institucional vai fazer sua empresa bombar, pelo contrário, poderá afundar sua reputação. Esse tipo de recurso ou formato precisa estar alinhado com o produto/ serviço você está comunicando e com o público que você deseja se comunicar.

O PÚBLICO ALVO

Uma das maiores tendências no mercado para os próximos 5 anos é trabalhar na ultra segmentação de mercado. Quanto mais você conseguir desenvolver produtos, serviços e dirigir sua comunicação para nichos específicos, melhores serão os resultados. E precisa falar a língua do seu cliente! Parece óbvio, mas muitas empresas ainda erram em produzir comunicação de forma generalista e acabam que não impactando as pessoas como deveria.

ESTRATÉGIA

Não adianta ser o corredor mais rápido se você correr para o lado errado. Saber a direção certa e conhecer cada etapa para alcançar seu objetivo pode ser um divisor de águas entre sucesso e fracasso. Colocar o departamento de marketing para trabalhar em conjunto com uma empresa de comunicação ou uma produtora de vídeos que ofereça esse tipo de suporte, poderá te ajudar a definir a melhor estratégia e chegar em resultados mais expressivos.

Sabe como você pode acompanhar os resultados dos seus vídeos e campanhas?

Abaixo seguem as 9 métricas mais usadas para a Comunicação Corporativa em vídeos.

1 – TAXA DE RETENÇÃO – indicada para análise de relevância do vídeo para o público.

2 – ENGAJAMENTO – indicada para medir o potencial de viralidade do conteúdo para um determinado público.

3 – TAXA DE ABANDONO – indicada para analisar se há pontos no vídeo com algo fora do comum.

4 – ALCANCE – indicada para verificar se o direcionamento da campanha está correto ou se o início do vídeo não está cumprindo a sua função.

5 – VISUALIZAÇÕES – indicada para canais ou conteúdos para serem vistos pelo maior número de pessoas possível, principalmente no Youtube.

6 – TAXA DE CONVERSÕES – indicada para: analisar a evolução do público no funil de vendas, a partir do contato com um conteúdo.

7 – CLICK THROUGH RATE (CTR%) – indicada para: avaliar o desempenho de um conteúdo para um determinado público.

8 – CLICK THROUGH CONVERSION RATE (CTC%) E VIEW THROUGH CONVERSION RATE (VTC%) – indicada para: apurar a eficiência do todo o processo desde o contato do público com o conteúdo.

9 – RETORNO SOBRE O INVESTIMENTO (ROI) – indicada para: apurar a eficiência de toda a estratégia de vídeos.

Partindo desses principais pontos, contando com produtoras de vídeos que possuem visão estratégica e agências de marketing digital que utilizam as ferramentas certas para medir o desempenho de suas produções, tenho certeza de que irá se surpreender com os resultados que os vídeos poderão trazer para sua empresa. Agora a “ação” é com você!!

Por Felipe Toledo, administrador de empresas com MBA em marketing, diretor e produtor executivo da Manacá Filmes, produtora de vídeos especializada em comunicação corporativa. Conteúdo originalmente publicado no LinkedIn: https://bit.ly/2XFNTdC